Centro Cultural de Eventos e Exposições de Cabo Frio - Menção Honrosa

Autor(es): Luciana Dornellas Pio Magalhães

Data: 02/06/2014

Dois edifícios, que se conectam por um corpo articulador, formam o conjunto que propomos para o Centro Cultural e de Eventos de Cabo Frio. Com o intuito de promover a aproximação entre as margens do terreno – tecido urbano e Laguna – criamos novos enquadramentos da paisagem e geramos praças e pátios, em uma distribuição dinâmica do programa e dos usos. Ao invés de um obstáculo, um grande bloco monolítico, criamos edifícios que, conectados, descerram novas janelas e, simultaneamente, novos recantos.
 
No edifício Noroeste, instalamos o foyer receptivo e o centro de feiras, ambos com pés direitos generosos e que possibilitam os mais variados eventos.
No edifício Sudeste, o restaurante panorâmico, a comedoria, as salas multiuso e as salas de apoio são a companhia do amplo teatro e auditório.
O edifício integrador, destacado dos outros pela cor e materialidade, faz a função de proteção térmica, conexão entre os prédios e abriga todos os usos administrativos, de serviços e técnicos indispensáveis para o funcionamento do conjunto.
 
“A monumentalidade é enigmática.
Não pode ser criada intencionalmente.
Não são necessários nem o material mais requintado nem a tecnologia mais avançada...”

Louis Kahn
 
Entre os edifício se destaca, reforçando a conexão entre as margens, um pátio linear que atravessa o terreno e pousa sobre a água. É um grande eixo, conformado pelas fachadas dos edifícios, que se espalha e recobre a superfície dando caráter à paisagem.

Clique aqui, e faça o download do projeto em PDF

Sobre:O Instituto de Arquitetos do Brasil - Rio de Janeiro (IAB-RJ), em parceria com o Governo do Estado do Rio, o Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), promoveu o Concurso Centro Cultural de Eventos e Exposições (CCEE), para projetos em Cabo Frio, Nova Friburgo e Paraty. A competição teve como objetivo escolher o melhor projeto dos centros, que terão capacidade para 1.500 pessoas e serão construídos nos três municípios.

Colaboradores

  • Pedro Del Guerra
  • Victor Gurgel
  • Antônio Farias
  • Beatriz Marques
  • Fred Meyer
  • Maria Carolina Fujihara
  • Marcio Tanaka
  • Nilton Suenaga
  • Calebe Paiva – Estrutura
  • MBM Engenharia – Instalações
  • Ludemann Engenheiros Associados – Geotecnia
  • Geros Arquitetura – Conforto Ambiental
  • Harmonia Acústica – Acústica
  • Lux Projetos – Luminotécnica
  • Coffee Cup – Comunicação Visual