Projeto do arquiteto Hector Ernesto Vigliecca vence Concurso Anexo da Biblioteca Nacional

Data: 14/11/2014

Departamento: IAB RJ

O estudo preliminar dos arquitetos Hector Ernesto Vigliecca Gani, Luciene Quel, Ronald Werner Fiedler e Neli Yumi Shimizu, do escritório Arquiteto Hector Vigliecca e Associados, foi o vencedor do Concurso Anexo da Biblioteca Nacional, promovido pela Fundação Biblioteca Nacional (FBN) e pela Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (CDURP), com organização do Departamento Rio de Janeiro do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RJ) e coordenado pela Norma Taulois. Lançada no dia 26 de agosto, a competição registrou 66 inscrições.
 
O trabalho de Helena Aparecida Ayoub Silva, Bruno Valdetaro Salvador, Cesar Shundi Iwamizu, Eduardo de Almeida e Eduardo Pereira Gurian, do escritório Helena Ayoub Silva & Arquitetos Associados, ficou em segundo lugar, e o de Renato Dal Pian e Lilian Dal Pian, da Dal Pian Arquitetos Associados, levou a terceira colocação.
 
A comissão julgadora, composta pelos arquitetos Luiz Antonio Lopes de Souza e Nivaldo Vieira de Andrade Junior, indicados pelas entidades promotoras, e por Ricardo Villar, Gilberto Belleza e Sérgio Magalhães, indicados pelo IAB-RJ, concedeu menção honrosa aos projetos de Fábio Domingos Batista, da Grifo Arquitetura,  e de Anariá Reis Simões Ladeira, da Epime Engenharia Elétrica, Arquitetura e Construções.
 
Para o júri, o trabalho vencedor da competição valoriza os vínculos entre o Anexo da Biblioteca Nacional e a praça esplanada resultante da reurbanização da Região Portuária. A comissão julgadora ainda destacou a interdependência cultura-natureza através da espacialidade estabelecida entre o bloco leste e a Baía.
 
“O projeto apresenta um bom desempenho do aproveitamento do Bloco Central, em estrita sintonia com a ideia chave do projeto. Para o desenvolvimento do projeto completo, o júri recomenda atenção especial para o aproveitamento do pavimento de cobertura”, diz a avaliação que consta na ata do júri da competição.
 
Antes do anúncio do resultado da competição, a ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler, que é arquiteta, enalteceu a realização de um concurso nacional de arquitetura para a escolha do projeto do Anexo da Biblioteca Nacional. Após a divulgação do projeto vencedor, a ministra revelou ter ficado feliz com o resultado:
 
“Gostei muito da proposta vencedora. O projeto propõe uma integração natural entre o edifício Anexo e o boulevard do Porto Maravilha. O Minc é a favor da realização de concursos nacionais de projeto como o do Anexo da Biblioteca Nacional, pois permitem uma maior participação de arquitetos e equipes multidisciplinares na escolha dos projetos de obras públicas.”
 
De acordo com o presidente da FBN, Renato Lessa, o Anexo da Biblioteca Nacional marca uma nova fase da relação da instituição com o Rio de Janeiro: “A Biblioteca qualifica a sua relação com a cidade. O edifício Anexo será um equipamento cultural de ponta e um presente para a cidade. Os benefícios que esse equipamento vai trazer para a sociedade são incalculáveis.”
 
Renato Lessa explicou que no ano de 2015 será crucial concluir o projeto executivo e conseguir os recursos necessários para licitar a obra. “Pretendemos, em um ano, concluir o projeto executivo e contabilizar os custos. Nesse período, vamos buscar financiamento junto ao Governo Federal. Acredito que em três anos poderemos inaugurar o Anexo da Biblioteca Nacional na Região Portuária”, afirmou o presidente da FBN.
 
O presidente da CDURP elogiou a integração proposta pelo projeto do arquiteto Hector Ernesto Vigliecca Gani com o Porto Maravilha. Ele apontou o desenvolvimento de novos projetos de arquitetura para edifícios históricos da cidade como uma tendência no Rio de Janeiro: “Essa é uma ação que começou com o Museu de Arte do Rio (MAR) e que vem sendo seguida por outros equipamentos culturais e edificações. A Região Portuária do Rio de Janeiro ganha um novo status com a nova Biblioteca Nacional no Porto Maravilha. Ela vai agregar um enorme valor à região, e isso é importante.”
 
O presidente do IAB, arquiteto Sérgio Magalhães, agradeceu a presença da ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler, na Casa do Arquiteto Oscar Niemeyer, IAB-RJ, e anunciou que o IAB está em festa não só pela divulgação do resultado do Concurso Anexo da Biblioteca Nacional, como também pela vitória do Brasil como sede do Congresso Mundial da UIA de 2020 - cuja comemoração acontece nesta sexta-feira, 14 de novembro.
 
A participação de Ana Cristina Wanzeler no evento de divulgação do resultado do Concurso Anexo da Biblioteca Nacional também foi ressaltada pelo presidente do IAB-RJ, Pedro da Luz Moreira. “Estamos felizes com a presença da ministra interina da Cultura na sede do IAB-RJ. Além dela prestigiar o concurso organizado pelo Instituto, ficamos honrados em saber que uma arquiteta ocupa hoje o Ministério da Cultura”, disse Pedro da Luz Moreira.

Faça o download da Ata do Resultado do Concurso Anexo Biblioteca Nacional

(Crédito das fotos: Fernando Alvim)

Galeria de imagens

Post sem comentários! Comentar o post