IAB-PR divulga nota em repúdio à ação da PM contra professores no Paraná

Data: 04/05/2015

Departamento: IAB PR

O Departamento Paraná do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-PR) divulgou nota, no dia 1º de maio, em repúdio à ação da Polícia Militar (PM) contra professores, funcionários públicos e estudantes que protestavam, no último dia 29, contra o projeto de lei que altera a forma de custeio do regime próprio da Previdência Social dos servidores paranaenses. O Batalhão de Choque da PM fez uso de bombas de efeito moral, spray de pimenta, balas de borracha, gás lacrimogênio e jatos d’água para evitar a aproximação dos manifestantes da Assembleia Legislativa do Paraná.

“À semelhança do que ocorreu em 1987, a truculência e a intemperança voltam a macular a história do Paraná. O IAB-PR repudia tais atos e solicita a pronta manifestação do Ministério Público do Paraná, a fim de acelerar as investigações que conduzem à identificação dos responsáveis pela violência contra professores, funcionários e jornalistas”, diz nota do IAB-PR.

A Direção Nacional do IAB se manifestou em solidariedade aos colegas paranaenses e ao IAB-PR pela atitude que tomaram em defesa da livre manifestação dos professores daquele estado e contra as atitudes antidemocráticas da PM e do Governo do Paraná. “O posicionamento do Departamento do Paraná, expresso na nota oficial, é subscrito pela Direção Nacional”, afirmou Sérgio Magalhães, presidente do IAB.

Confira, abaixo, a nota do IAB-PR.

 

Nota de repúdio e solidariedade do IAB-PR


Ao longo de 94 anos de existência, o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) enfrentou duas ditaduras, e sempre manteve sua postura de independência e altivez. Ciente de ser herdeiro e continuador dessa História, o Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Paraná (IAB-PR) repudia, com veemência, a atitude violenta do Governo do Estado do Paraná contra Professores e Funcionários das escolas e das universidades estaduais.

Uma das obrigações primordiais de um governo democrático é manter um diálogo constante e sereno com as várias parcelas que compõem a Sociedade. Ao longo do mês de Abril do corrente ano, a Assembleia Legislativa do Paraná encaminhou os trâmites para modificações no regime de previdência dos funcionários públicos estaduais. Trata-se de ponto importantíssimo para a vida atual e futura dos funcionários e professores. Numa situação de plena Democracia é normal o engajamento dos envolvidos, assumindo posturas de apoio ou de recusa aos tópicos apresentados. Além disso, as eventuais manifestações de professores e funcionários estaduais em defesa dos seus direitos trabalhistas e previdenciários são garantidas constitucionalmente.

À semelhança do que ocorreu em 1987, a truculência e a intemperança voltam a macular a história do Paraná. O IAB-PR repudia tais atos e solicita a pronta manifestação do Ministério Público do Paraná, a fim de acelerar as investigações que conduzem à identificação dos responsáveis pela violência contra professores, funcionários e jornalistas.

O IAB-PR solidariza-se com todos os professores, funcionários e estudantes em luta. O IAB-PR solidariza-se, também, com todos os jornalistas que tentam cumprir a tarefa de registrar os fatos, mas são impedidos por uma brutalidade institucionalizada. E como membro de uma federação que abrange todo o Brasil, o IAB-PR tratará de divulgar aos arquitetos e urbanistas, a nível nacional, os desmandos ocorridos no Paraná.
 

Curitiba, 01 de maio de 2015

(Credito da foto: Agência Brasil)

Post sem comentários! Comentar o post