Conheça os vencedores da Bienal de Quito 2014

Autor: FPAA Data: 06/01/2015

Departamento: Nacional

Personalidades importantes da arquitetura internacional, palestras, debates e exposições foram o foco de centenas de participantes que lotaram as instalações da Bienal, organizado pela Ordem dos Arquitetos da Provincial Pichincha Ecuador (CAE-P). A XIX Bienal Pan Arquitetura Quito - BAQ 2014, é considerada um dos maiores eventos de arquitetura realizadas na América, em sua 19ª edição, os arquitetos foram convidados a refletir sobre o tema "da casa à cidade, da cidade à casa", buscando ampliar o foco da discussão passando do "fragmentado ao global, do dogmático ao complexo, da visão antropocêntrica à visão ecológica, mais completa".

A lista de profissionais de destaque que brindaram os participantes com suas apresentações foram: Alberto Mozo (Chile), Fhadila Mammar (Espanha), Jesus Aparicio (Espanha), Jorge Moran Ubidia (Equador), Juan Alfonso Guarduño (México), Juan Herreros (Espanha), Juhani Pallasmaa (Finlândia), Miguel Robles Durán (EUA), Rahul Mehrotra (Índia), Salvador Rueda (Espanha), Santiago del Hierro (Equador), Smiljan Radic (Chile), Alexander Brodsky (Rússia), Amann Cánovas Maruri (Espanha), Angel Panero (Espanha), Anupama Kundoo (Índia), Gyaw Gyaw (Tailândia), Hrvoje Njiric (Croácia), Javier Corvalan (Paraguai).

E ainda, a BAQ 2014 entregou importantes prêmios de arquitetura. O júri da categoria Projeto, liderada pelo arquiteto finlandês Juhani Pallasmaa, avaliou mais de 300 projetos, que moldaram os seus trabalhos na busca de novas visões arquitetônicas sobre o uso de recursos, materiais e técnicas: "Aparantemente, ao redor do mundo, a ideologia consumista costuma prevalecer, tendo a elevar a arquitetura fora dos níveis fundamentais da habitação e da experiencia humana. Cremos que é necessário entrar em espaços propostos no sentido coletivo ao invés de imagens comercializadas e valores estéticos duvidosos", disse o arquiteto ao portal Plataforma de Arquitetura.

O júri da Bienal foi composto pelos arquitetos Juhani Pallasmaa (Finlândia), Alberto Mozo (Chile), Mauricio Rocha (México), Florencio Compte (Equador) e Roberto Moscoso (Equador), que reconheceram como vencedores dois projetos: "As duas obras escolhidas representam valores arquitectônicos que não necessariamente exigem riqueza ou um programa cultural sugestivo. Uma casa simples, longe dos centros de poder ou projetado para uma estrutura de vida equestre, eles também podem alcançar humanidade, em uma beleza sensível e poética ".

Conheça os projetos vencedores no site Plataforma de Arquitetura.

Post sem comentários! Comentar o post