O Presidente Nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil- IAB Odilo Almeida esteve em Brasília, a serviço da instituição, no período de 08 a 10/11/2023, onde foram realizadas as seguintes atividades:

08/11/2023 – Participação na mesa de abertura da IV Conferência de Arquitetura e Urbanismo do CAU, ocasião em que o IAB representou as 6 entidades nacionais que compõem o Colegiado de Entidades de Arquitetura e Urbanismo – CEAU.

08/11/2023 – Participação na elaboração e divulgação aos deputados federais de manifesto do CEAU em defesa das atribuições dos arquitetos e urbanistas ameaçados pelo projeto de lei nr. 9818/2018, seguidos de contatos com diversos parlamentares.

09/11/2023 – Encontros com Conselheiros Federais eleitos para o CAU/BR, cujos mandatos serão iniciados em 2024 e discussão de pautas comuns de interesse da profissão como:
– Ações para inclusão dos arquitetos no mercado de trabalho, dentre elas, a promoção de ATHIS; -atuação conjunta em defesa da profissão nos Ministérios e no Congresso Nacional; -atualização das Tabelas de Honorários; -construção de um calendário nacional de ações e eventos e; -eleições indiretas no CAU em 2024.

09/11/2023  – Reunião com os presidentes do IAB/DF, Luiz Sarmento e diretores, e a co-presidente do IAB/RS Clarice Misoczky (FOTO) tratando de temas como: -novos concursos nacionais de projetos em andamento; -construção de agenda com o Ministério da Inovação Tecnológica para discussão sobre Instrução Normativa SEGES/MGI nr. 13/2023, que regulamenta o processo de licitação através de concursos de projetos no Brasil (dispõe sobre a licitação pelo critério de julgamento por melhor técnica ou conteúdo artístico, na forma eletrônica, no âmbito da Administração Pública federal direta, autárquica e fundacional); -atualizações sobre o andamento do contrato entre o IAB/DF e o CAU/BR para a construção da nova sede do CAU/BR em terreno do IAB/DF, em Brasília,

10/11/2023 – Reunião com a Federação Nacional de Arquitetos- FNA visando integrar o IAB ao programa Solare- Software Livre Para Arquitetura e Urbanismo (programa de iniciativa da FNA), visando a promoção de ações que busquem a soberania tecnológica do Brasil nessa área e promovam o acesso dos(as) arquitetos(as) e urbanistas brasileiros(as) a softwares do tipo BIM (modelagem de informação da construção), hoje considerados muito caros e inacessíveis para a grande maioria dos profissionais.

As ações realizadas terão desdobramentos, no âmbito do IAB, em novas ações na Direção Nacional do Instituto, composta por 12 membros de 10 Estados, no Conselho Superior, composto por 260 membros, nas Direções Estaduais, composta por cerca de 300 dirigentes e nas representações externas do IAB, como o Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Sustentável, conhecido como Conselhão, presidido pelo Presidente da República, e em dezenas de outros conselhos formadores de políticas públicas que envolvem a profissão, no Brasil e no exterior, nos quais o IAB possui representantes.

O Presidente Nacional do IAB e demais dirigentes do Instituto realizam suas funções de forma voluntária sem receber salários nem benefícios por sua atuação, desde a sua fundação, em 1921.