Os desfiles da forma carnavalesca na rua reformada da arquitetura

Autor: Guilherme Araujo de Figueiredo

Data: 30/11/2009
Com base no princípio de que o fazer arquitetônico é um processo de gestação coletiva no qual contribuem cultura, economia, sociedade, ideologia, história e
técnica; que se realiza pela intermediação do arquiteto ao traduzi-los em espaços; que em sua materialidade se submete a múltiplas experimentações estéticas; este trabalho identifica a forma arquitetônica da Passarela do Samba do Rio de Janeiro como um símbolo monumental erguido entre 1983 e 1984, no nascedouro
geográfico das Escolas de Samba cariocas, mostrando que suas unicidade e iconicidade se estabeleceram em função de duas forças criadoras: o carnaval e o arquiteto Oscar Niemeyer.

Clique aqui, e faça o download desta Tese em PDF

Autor: Guilherme Araujo de Figueiredo

Instituição: Universidade Federal do Rio de Janeiro

Orientador: Profª. Drª Maria da Conceição Alves de Guimaraens

Veja outras teses.

  • Não foram encontrados resultados para sua busca.