Concurso MIS PRO - Menção Honrosa | IAB Brasil

Concurso MIS PRO - Menção Honrosa

Autor(es): Matias Revello Vazquez, Eduardo Antunes Bavaresco, Greice Viviana Portal Salvati, Rodrigo Romanini e Rodrigo Salvati

Data: 05/01/2015


O projeto procura criar ambientes agradáveis, configurando os espaços de forma a atender com excelência as premissas dadas pelo termo de referência:
 
- de que o MIS PRO é um ponto de resistência da cultura carioca na Lapa;
- de que deve atuar como "Fábrica de cultura";
- que além de disponibilizar acervo ao público, tem a função de guardá-lo seguramente. 

O edifício configura-se como um HUB, conectando sociedade e pesquisa num espaço atualmente carente de equipamentos culturais entre os Arcos e a escadaria Selaron.
Buscou-se desta forma estabelecer uma relação franca com o MIS, proporcionando conexão com a rua, criando permeabilidade sem contudo perder o caráter da Lapa de ser democrática, mistura social, ponto de encontro da zona sul e norte, agregando camadas sociais diferentes, que compartilham experiências comuns. 

Clique aqui, e faça o download do projeto em PDF

Sobre:O concurso nacional de arquitetura para o edifício do MIS PRO, organizado pelo Departamento Rio de Janeiro do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RJ) e promovido pela Secretaria de Estado da Cultura do Rio de Janeiro, faz parte de um plano em desenvolvimento para tornar o MIS referência internacional sobre a cultura brasileira. O MIS PRO abrigará a reserva técnica, os laboratórios, projetos de pesquisa e exposições, constituindo um complexo museológico com a sede do MIS, em Copacabana, e integrando-se à vida cultural da Lapa e do Centro da cidade do Rio de Janeiro. A realização de um concurso nacional de arquitetura para escolher o projeto de requalificação do prédio do MIS PRO possibilita a atualização dos meios de acesso aos acervos documentais, sendo iniciativa de grande interesse para pesquisadores e estudantes.

Colaboradores

  • Ana Paula Troller – Acervo
  • Letícia Zanesco – Acervo
  • Carine Nath - Sustentabilidade