Prefeitura do Rio e IAB assinam acordo para o UIA 2020

Data: 15/02/2019

Departamento: Nacional

 
O Rio é Capital Mundial da Arquitetura e para viabilizar as atividades que devem tomar a cidade ao longo de todo o ano de 2020, Prefeitura do Rio e Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) assinaram na manhã de 18 de fevereiro, um termo de cooperação técnica. A cerimônia, realizada no Palácio da Cidade, reuniu o prefeito Marcelo Crivella, a secretária de Urbanismo Verena Andreatta, o presidente do diretório nacional do IAB Nivaldo Andrade, e o presidente do Congresso Mundial de Arquitetos UIA2020Rio, Sérgio Magalhães, além de representantes de entidades de arquitetura e diversos arquitetos cariocas.

Presidente do diretório nacional do IAB, Nivaldo Andrade, destacou que a realização do Congresso em conjunto com a Capital Mundial da Arquitetura traz a oportunidade única de debater com grandes nomes da área questões relacionadas à arquitetura e ao urbanismo em todo o mundo.

“É preciso colocar a arquitetura em pauta. Há um grupo imenso trabalhando voluntariamente desde 2014 para que o Congresso aconteça. E o maior desafio que nós nos propusemos é o de resgatar junto à sociedade e aos gestores públicos brasileiros o papel dos arquitetos e urbanistas na melhoria das nossas cidades e da qualidade de vida das pessoas de todos os estratos sociais. Incidentes ocorridos já nos primeiros meses desse ano demonstram que a falta de projeto e de planejamento coloca em risco de fato a vida das pessoas e provoca mortes. A arquitetura e o urbanismo são fundamentais para a qualificação da vida das pessoas, para a salubridade e a segurança delas”, destacou Nivaldo.

Durante o evento, os arquitetos Roberto Ainbinder (assessor da Secretaria de Urbanismo) e João Pedro Backheuser (conselheiro do IAB) fizeram apresentações sobre atividades que devem acontecer na cidade ao longo de todo o ano de 2020. Uma das ideias é que a próxima festa de Reveillon da cidade tenha o tema arquitetura marcando assim o início do ano voltado ao tema na cidade. Atividades culturais como exposições, mostras de cinema, passeios guiados e workshops também devem tomar os principais polos de cultura do Rio.
 
 

Post sem comentários! Comentar o post