Ordem dos Arquitetos homenageia Nuno Portas

Data: 31/07/2017

Departamento: Nacional

Nuno Portas, 83 anos, foi homenageado pela Ordem dos Arquitetos (OA) pelo Dia Nacional do Arquiteto, comemorado no dia 3 de julho. A homenagem ocorreu no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, e contou com as presenças de familiares e amigos, além do Ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, do colega Jorge Figueira e da arquiteta Maria Rita Amoroso, representante do Núcleo Campinas do IAB-SP. 
 
O presidente da OA, José Manuel Pedreirinho, destacou a importância das reflexões de Nuno Portas na formação e na divulgação da arquitetura contemporânea portuguesa: “Quando entrei na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, no ano letivo de 1969-1970, Nuno Portas tinha se afastado. Naquela época, o nome de Portas já era referência enquanto autor das primeiras propostas de estruturação de um pensamento e de interpretação da evolução da arquitetura portuguesa do século XX. Reflexões que são, de algum modo, consequência de uma atividade crítica a que sempre se dedicou e de uma forma particularmente ativa no que se refere à arquitetura, a partir da década de 1950. Uma atividade que permitiu, a partir de 1956, ser um dos principais responsáveis pela profunda transformação da revista ‘Arquitectura’, que se tornou um veículo de divulgação e de reflexão sobre a arquitetura contemporânea portuguesa e de divulgação de muito do que lá fora se fazia.”
 
Doutor Honoris Causa pela Universidade de Aveiro (1998), pelo Instituto Politécnico de Milão (2005) e pela Universidade do Minho (2012), Nuno Portas foi elevado a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique em 2004. O arquiteto recebeu ainda o Prêmio Sir Patrick Abercrombie de Urbanismo da União Internacional dos Arquitetos (UIA) em 2005. Na ocasião, o arquiteto Manuel Fernandes de Sá falou sobre o saber e a curiosidade intelectual do português: “Esta curiosidade, aliada a um certo sentido de aventura, levaram-no da crítica da arquitetura e do cinema à história e teoria da arquitetura, do urbanismo e da cidade; do exercício projetual à prática do planejamento, passando pelo desenho da cidade; do centro histórico à cidade explodida; da consciência social à intervenção política; de Lisboa a Madrid; de Porto a Milhão; de Paris ao Rio de Janeiro; de Cabo Verde ao Japão; de Bruxelas ao Vale do Ave.”
 
Em junho de 2013, Portas esteve no Rio de Janeiro para participar da abertura da exposição “O ser urbano nos caminhos de Nuno Portas”. Instalada na Casa do Arquiteto Oscar Niemeyer, sede do IAB-RJ, a mostra apresentou a obra do arquiteto português em rica exposição, com painéis retroiluminados, vídeos e grandes maquetes. Outro aspecto importante da exposição foi a influência da passagem de Portas pelo Rio, a exemplo do encontro com Carlos Nelson e dos projetos desenvolvidos nos anos 1990 na administração do ex-prefeito Luiz Paulo Conde.
 
O Dia Nacional do Arquiteto é comemorado no dia 3 de julho em Portugal. A data visa a celebrar anualmente a função social, a dignidade e o prestígio da profissão de arquiteto. O dia assinala também a data de publicação do primeiro estatuto da Ordem dos Arquitetos, assim como a data de revogação do Decreto nº 73/73, com a publicação da Lei nº 3/2009.
 

Galeria de imagens

Post sem comentários! Comentar o post