Lei de Assistência Técnica é marco em áreas de baixa renda de Brasília

Data: 15/12/2018

Departamento: Nacional

A prestação de serviços de assistência técnica no projeto e construção de habitações de interesse social tem um dos seus melhores exemplos nas áreas de baixa renda de Brasília graças ao Programa implantado pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal, sob a gestão do presidente Gilson Paranhos, ex-presidente do IAB-DN e Homenageado do Ano 2018 pelo IAB-R, no dia 14 de dezembro. No mesmo dia, Gilson também recebeu, do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, uma homenagem em nome da Codhab e Segeth, “pela promoção de iniciativas fundamentais de Arquitetura e Urbanismo voltadas para a população”.

Na Codhab, a Lei de Assistência Técnica – que nasceu da iniciativa dos arquitetos e deputados federais Clóvis Ilgenfritz e Zezéu Ribeiro - é um instrumento efetivo de atuação, através do Programa Na Medida, para qualificar as residências, fornecendo atendimento à famílias em domicílios com vulnerabilidade, principalmente em relação a segurança e salubridade. É assim que os arquitetos da Companhia elaboram projetos de melhorias para casas que não oferecem qualidade de habitação aos moradores. Além disso, esse linha de ação engloba intervenções urbanas comunitárias para qualificar o espaço público de diversas cidades do DF.

Melhorias habitacionais - Um grande avanço na estruturação da Assistência Técnica foi o dinamismo conseguido com a instalação de dez postos avançados e localizados estrategicamente em comunidades carentes. Em contato com os problemas urbanos, as equipes dos postos percebem situações específicas das localidades e, eventualmente, atualizam ou desenvolvem alguns projetos urbanísticos de acordo com suas realidades.

A partir da criação de um projeto, desenvolvido por arquitetos, são feitas obras que visam o conserto de vazamentos, instalação de caixa d’água, aplicação de pisos e revestimentos, ventilação e iluminação, reforço de estrutura, a fim de garantir mais segurança, conforto e funções básicas como cozinhar, dormir, higienizar e socializar.

Cerca de 1.400 famílias já foram beneficiadas com as reformas que ajudaram a melhorar a vida dos moradores, fazendo com que suas casas se tornassem ambientes mais agradáveis, planejados e estruturados. As regiões atendidas foram Sol Nascente, QNR, Fercal, Porto Rico e Estrutural. Já cidades como Brazlândia, Pôr do Sol, São Sebastião e outras, ainda irão receber o projeto. Em 2018, 210 reformas foram finalizadas e outras 50 estão em andamento, além de 280 projetos executivos.

Acesse o vídeo com depoimento de Gilson Paranhos
 

Post sem comentários! Comentar o post