IPHAN decide tombamento de Museu Mariano Procópio

Data: 15/09/2015

Departamento: IAB RJ

O Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) pode aprovar, nesta quinta-feira, 17 de setembro, os pedidos de tombamento do conjunto arquitetônico e paisagístico do Museu Mariano Procópio, em Juiz de Fora (MG), do prédio nº 26 da Rua da Praça da República, no Rio de Janeiro (RJ), e de registro da Festa do Pau de Santo Antônio, em Batalha (CE), como bem cultural de natureza imaterial e sua inscrição no Livro de Registro das Celebrações.

A proposta de tombamento do conjunto arquitetônico e paisagístico do Museu Mariano Procópio, apresentada pelo diretor superintendente do próprio museu em 2010, tem como base o valor arquitetônico dos imóveis, exemplares únicos em Minas Gerais. A arquiteta Cêça Guimaraens, representantes do IAB no Conselho Consultivo do Iphan, é a relatora do processo, que vai encaminhar parecer favorável ao tombamento.

O arquiteto e professor da USP Nestor Goulart Reis é o relator do processo de tombamento do imóvel da Praça da República. Construído pelo Barão de Ubá e adquirido por D. João VI em 1818, o prédio abrigou importantes instituições como o Museu Real, o Museu Imperial, o Museu Nacional, o Fórum da cidade do Rio de Janeiro e o Arquivo Nacional. A edificação foi também sede da primeira instituição de pesquisa do Brasil, conhecida na época como Casa dos Pássaros.
A relatoria do pedido de registro da Festa do Pau de Santo Antônio é do historiador e professor emérito da USP Ulpiano Toledo Bezerra de Meneses.

Post sem comentários! Comentar o post