IAB une-se a entidades para proteger legado de Lelé

Data: 25/10/2018

Departamento: Nacional

Oito instituições brasileiras da área de arquitetura assinam documento pela preservação da obra de João da Gama Filgueiras Lima, o Lelé, um dos mais importantes arquitetos do século XX, que encontra-se em risco de descaracterização e desaparecimento. IAB, FNA, FAUFBA, Escola da Cidade/SP, ICOMOS Brasil, DOCOMOMO Brasil, ANPARQ irão, entre outras medidas, buscar a conversão do Centro de Tecnologia da Rede Sarah, criado por Lelé, em Centro de Referência em Tecnologia da Construção com a função de desenvolver pesquisas na área e dar manutenção as obras do arquiteto através de parcerias e convênios. 
 
Seu trabalho, de forte identidade, teve grande impacto social graças a sua inovadora pesquisa e atuação com pré-fabricados, que ajudou a consolidar políticas de urbanização de favela e bairros populares no Brasil e a criar o conceito de cidade inclusiva. Lelé morreu em 2014, em Salvador, onde estão parte de seus projetos, como o Hospital Sarah e a Capela da Ascensão do Senhor no Centro Administrativo da Bahia. 
 
Baixe o documento completo
 

Post sem comentários! Comentar o post