Alunos da UFPE são finalistas em concurso internacional de projeto

Autor: IAB-PE Data: 25/07/2016

Departamento: IAB PE

Alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFPE participam da edição de 2016 do “Tsinghua-Santander World Challenges of 21st Century Competition”, realizada em Pequim, na China. O projeto dos discentes, "Floating House" (Casa flutuante, em inglês), é finalista da competição que acontece entre os dias 14 e 27 de agosto, na Universidade de Tsinghua, realizadora do evento junto com o Banco Santander.

A equipe formada pelos estudantes Aniara Menezes, Lalleska Araújo, Nicolau Firmo e Willian Santos irá desenvolver o protótipo do projeto que se inspira no desafio de promover um desenvolvimento urbano sustentável, de amenizar os problemas da poluição nos rios e, ao mesmo tempo, fornecer habitações às populações socioeconomicamente vulneráveis a inundações na Região Metropolitana do Recife. 

A solução proposta é a construção de casas flutuantes com a função de se adaptarem às condições ambientais presentes nas margens do Rio Capibaribe e seus afluentes. Isso porque nos períodos de chuvas torrenciais o nível de água do Capibaribe aumenta demasiadamente. Esse aumento atinge diretamente a população de baixo poder aquisitivo instalada nas margens desses rios. As casas flutuantes utilizam garrafas pet como base de edificação ao invés de soluções mais caras e, potencialmente, mais degradantes ao meio ambiente.

O projeto Casa Flutuante é baseado em três iniciativas. A primeira delas é a retirada e o tratamento do lixo das margens do Rio Capibaribe. Esse lixo seria separado por cooperativas com as garrafas pets sendo utilizadas para a construção de habitações flutuantes. O restante seria encaminhado para a reciclagem. A segunda iniciativa é a construção de um protótipo da casa flutuante com o objetivo de disseminar o material para que sejam feitas futuras construções pelos próprios moradores das comunidades vulneráveis a enchentes e, por último, a realização de workshops para a conscientização e o compartilhamento das vantagens da utilização de materiais recicláveis nessas construções.

COMPETIÇÃO – A “Tsinghua-Santander World Challenges of 21st Century Competition” busca soluções para os desafios do Século XXI. Na competição, foram recebidos projetos de estudantes de graduação e pós-graduação de todos os continentes, que apresentaram soluções inovadoras para os problemas enfrentados por cidades ao redor do mundo.

A Tsinghua-Santander é dividida em três etapas. A primeira foi a produção de um vídeo que apresentasse a ideia de inovação e solução de um desafio atual. Na segunda etapa, após o julgamento dos vídeos, foram escolhidas nove equipes de todo o mundo. Na última etapa, realizada entre os dias 14 e 27 de agosto, as equipes finalistas participarãode um workshop para desenvolver o projeto e apresentar a ideia para um júri composto por representantes da Universidade de Tsinghua, Intel Corporation, Cinnovate Center e do Banco Santander.

Post sem comentários! Comentar o post